Alex Morgan, sobre suposto estupro de CR7: ‘Dinheiro esconde tudo’

Atacante dos Estados Unidos disse que é preciso separar jogador da pessoa e analisar fatos. Caso teria ocorrido em 2009, com americana Kathryn Mayorga

Morgan brilhou na última Copa do Mundo Feminina Jean-Philippe Ksiazek/AFP

Atacante dos Estados Unidos disse que é preciso separar jogador da pessoa e analisar fatos. Caso teria ocorrido em 2009, com americana Kathryn Mayorga

Por Lance 

O suposto caso de estupro envolvendo Cristiano Ronaldo no fim da última década repercute até hoje na Europa e nos Estados Unidos, local onde teria ocorrido o crime. Nesta segunda-feira (9), a atacante da seleção norte-americana Alex Morgan polemizou ao afirmar que o dinheiro encobriu os fatos.

– Muitos questionam-se sobre quem tem razão nestes casos, mas quando olhamos para a história de Ronaldo, creio que há demasiadas evidências para encobrir e, no final, o dinheiro esconde tudo. Não digo que Ronaldo não seja um dos melhores jogadores do mundo, mas uma coisa é ele como atleta e tudo o que conseguiu, outra é a sua pessoa e o que fez. Vou continuar a ser fiel ao que sinto e penso sobre coisas importantes – disse Morgan.

A americana Kathryn Mayorga apresentou a denúncia contra Cristiano ao Condado de Clark, em Nevada. No processo, a estadunidense afirma ter se encontrado com o português no dia 12 de junho de 2009 após um convite do jogador para ir à cobertura do hotel onde CR7 estava hospedado. A mulher afirmou que o atleta a levou para o quatro e a estuprou. Ela ainda afirma que Cristiano ofereceu US$ 375 mil para mantê-la em silêncio.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui