Brasil: se cobrir vira circo, mas se cercar vira hospício

O circo nacional: todo início de uma história é difícil de escrever, precisa de certo ponta pé, mas graças à criatividade do brasileiro isso ficou bem mais fácil no cenário político atual.

Foto: google

O circo nacional: todo início de uma história é difícil de escrever, precisa de certo ponta pé, mas graças à criatividade do brasileiro isso ficou bem mais fácil no cenário político atual. O deputado federal Zeca Dirceu (PT) deu a alcunha de “Tchutchuca” ao então Ministro Paulo Guedes, mas vejamos, um representante do Estado virou Tchutchuca, sem contar as variadas bizarrices do atual governo, uma delas é proveniente de Damares Alves (uma não, muitas) foi ela como a Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos que aconselhou aos pais que possuem filhas a saírem do país, como se a violência fosse um dado intransponível e não combatível. O que mais agrava é que esta senhora é responsável pela pasta que deve buscar proteção à mulher; o circo não pára, não podemos esquecer Bebianno e o laranjal do PSL entre tantos outros.

O circo em Ipirá: Vamos iniciar pela Casa de Vidro da Praça do Puxa, ali nem é elefante branco, é um Boeing 747 do tamanho da presepada, não tem objetivo estrutural lógico o gasto do recurso, quiçá, tem impacto social imediato (olha que sou um amante da leitura, inclusive, quem dera-nos termos uma sociedade no estilo de Alexandre o Grande e suas bibliotecas); mas, aqui colocamos um problema muito mais sério: Casa dos Estudantes (ta lá pra cair e Marcelo nem aí), Mercado de Artes (por sinal, pode dar concessão ao meio privado aos bens culturais? É tombado? Quando feito foi com recursos Federais, Estaduais ou Municipais?)

E por fim; a mais nova: 10 milhões que o prefeito enviou a câmara como empréstimo para ser quitado em 2021 (quando ele não será mais o prefeito). Bem, acho que neste caso o circo é culpa da divulgação da idéia, na câmara não foi demonstrado nenhum plano diretório, foi tudo muito confuso e solto, como se fosse um empréstimo assim do nada, ao bel prazer do chefe de Estado. Pode parecer realmente importante esse montante à comunidade de Ipirá, mas foi muito mal divulgado, inclusive, acessória de marketing peca absurdamente com coisas simples, e Marcelo não ajuda, porque é simplesmente ir à Câmara e dialogar com a sociedade o porquê e pra quê, senão, fica parecendo menino de recado que manda bilhete às cegas. E pra piorar, na última sessão os vereadores da dita oposição saiu depois de 4 horas de discussão sem votar absolutamente nada, alegando que tinha passado das 3 horas do regimento interno. Oras! Se já sabia disto, não deixava a população ouvindo coisas desnecessárias mais de uma hora do prazo limite para votação, deram 3 horas e um minuto informa à presidência da câmara e reivindica o direito, aquilo foi a lona do circo político ipiraense. Em um momento oportuno escrevo sobre o hospício nacional e local, o texto se estendeu mais do que o planejado, como diz aquela grande filósofa brasileira: “É isso aí”.


Por Leone Costa A.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ipirá City. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

4 COMENTÁRIOS

  1. Hello. Very interesting content but it’s hard to find ipiracity.com
    in search results. You are out of google’s top ten, so you
    can’t expect big traffic. You need high quality backlinks to rank in serps.

    And you can get them for free, just search in google:
    fasrixo’s tools

  2. Hello. I have checked your ipiracity.com and i
    see you’ve got some duplicate content so probably it is the reason that you don’t rank high in google.
    But you can fix this issue fast. There is a tool that generates
    content like human, just search in google:
    miftolo’s tools

    • Yes. I have some chroniclers that post in my site. If you are interested in it, send me the material first and we can talk about it.Thank you!

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui