Chapada: Itaberaba e Lençóis recebem oficinas de elaboração de projetos para os editais setoriais 2019

O objetivo da ação é mobilizar os artistas, agentes e coletivos culturais, além de cooperativas, fundações e associações que atuam na área cultural para que entendam como participar das chamadas públicas

Ao todo são 19 editais, com investimentos de mais de R$15 milhões | FOTO: Reprodução |

O objetivo da ação é mobilizar os artistas, agentes e coletivos culturais, além de cooperativas, fundações e associações que atuam na área cultural para que entendam como participar das chamadas públicas

Por jornal da Chapada 

A Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA) e suas unidades vinculadas estão percorrendo os 27 territórios de identidade do estado para apresentar os Editais Setoriais 2019. Essa ação chega aos municípios de Itaberaba e Lençóis, na Chapada Diamantina, no final do mês de setembro. O objetivo da ação é realizar oficinas de elaboração de projetos com o intuito de mobilizar os artistas, agentes e coletivos culturais, além de cooperativas, fundações e associações que atuam na área cultural para que entendam como participar das chamadas públicas.

Em Lençóis, a oficina de elaboração de projeto ocorrerá dia 26 de setembro, uma quinta-feira, e em Itaberaba ocorrerá dia 27 de setembro, na sexta. Ambas as oficinas serão realizadas das 14h às 18h nas cidades chapadeiras. Ao todo são 19 editais, com investimentos de mais de R$15 milhões. As inscrições ficam abertas até o dia 8 de outubro e podem ser realizadas pela internet, por meio do Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento, disponível no site siic.cultura.ba.gov.br.

Para alguns editais, é possível se inscrever também por meio físico, através de envio de formulário devidamente preenchido, por Sedex dos Correios ou carta registrada com aviso de recebimento (AR). Os Editais Setoriais de Cultura são uma iniciativa do Governo do Estado com o objetivo de fomentar a Cultura na Bahia através das diversas modalidades como Artes Visuais, Circo, Culturas Identitárias, Culturas Populares, Dança, Economia Criativa, Incentivo à leitura, Literatura, Museus, Música, entre outras.

A execução é por meio das unidades vinculadas da SecultBA – Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon e Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural, das superintendências de Promoção Cultural e de Desenvolvimento Territorial da Cultura, e também do Centro de Culturas Populares e Identitárias. Jornal da Chapada com informações de assessoria.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui