Dois milhões vão à rua em Hong Kong para pedir a saída de líder

Onda de protestos foi desencadeada por um projeto de lei que autoriza extradições para a China continental

Foto : Reprodução / Twitter

Onda de protestos foi desencadeada por um projeto de lei que autoriza extradições para a China continental

Por Leo Sousa

Cerca de dois milhões de pessoas vestidas de preto foram às ruas de Hong Kong neste domingo (16) para pedir a saída da líder Carrie Lam.

As manifestações foram desencadeadas pela tramitação de um projeto de lei que autoriza extradições para a China continental.

Ontem (15), após os protestos violentos e a repercussão negativa, a líder recuou, e adiou indefinidamente o projeto. O movimento pretende pressionar para que a retirada seja definitiva.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui