Felipe Gedoz critica vaias da torcida: ‘Não entra na minha cabeça’

Vaiado pela torcida após o empate do Vitória em 2 a 2 com o Figueirense, neste sábado (2), no Barradão meia Felipe Gedoz diz não ter compreendido os protestos oriundo das arquibancadas. O motivo da ira dos adeptos foi um gol perdido na etapa final.

Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

por Glauber Guerra

Vaiado pela torcida após o empate do Vitória em 2 a 2 com o Figueirense, neste sábado (2), no Barradão meia Felipe Gedoz diz não ter compreendido os protestos oriundo das arquibancadas. O motivo da ira dos adeptos foi um gol perdido na etapa final.

“Se eu acertasse, era o melhor, como errei, sou pior? Não posso dar ouvido a uma coisa dessa. Se tem uma coisa que não entra na minha cabeça são as vaias deles”, afirmou.

Gedoz ainda comentou sobre um desentendimento com Thiago Carleto na cobrança de pênalti, efetuada pelo lateral.

“Ele sabia que quem batia era eu, mas ele assumiu, bateu e fez. Já foi, já passou”, elucidou.

Com o empate, o Vitória chegou aos 37 pontos e permanece na 15ª posição na Série B. O time rubro-negro volta a campo na próxima terça-feira (5) para enfrentar o Brasil de Pelotas, às 20h30, no Barradão, pela 33ª rodada.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui