Governo Bolsonaro pediu explicações aos EUA sobre falta de apoio a entrada na OCDE

Embora o fato de os Estados Unidos declararem apoio apenas à entrada da Argentina e da Romênia na Organização de Cooperação e de Desenvolvimento (OCDE) tenha se tornado público apenas nessa quinta-feira (10), o governo brasileiro tomou conhecimento do assunto há um mês. Na ocasião, o país procurou o governo americano para pedir explicações.

Foto: Alan Santos / PR

Embora o fato de os Estados Unidos declararem apoio apenas à entrada da Argentina e da Romênia na Organização de Cooperação e de Desenvolvimento (OCDE) tenha se tornado público apenas nessa quinta-feira (10), o governo brasileiro tomou conhecimento do assunto há um mês. Na ocasião, o país procurou o governo americano para pedir explicações.

A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, que repercute o caso. Publicamente, o presidente Donald Trump chamou de “fake news” a informação de que o Brasil não recebeu o apoio formal dos EUA e o presidente Jair Bolsonaro (PSL) compartilhou a mensagem.

O governo brasileiro contava com a possibilidade de os Estados Unidos formalizarem esse apoio ainda neste ano, como prometido por Trump em encontro com Bolsonaro, em março. No entanto, uma carta de 28 de agosto, obtida pela agência Bloomberg, mostra que o país norte-americano deixou o Brasil de lado neste primeiro momento (saiba mais aqui).

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui