Helicóptero de Evo Morales realiza aterrissagem de urgência na Bolívia

Um helicóptero militar que levava a bordo o presidente boliviano, Evo Morales, sofreu um contratempo hoje, ao decolar de uma localidade mineira nos Andes, e precisou fazer um pouso de emergência.

© REUTERS / Juan Carlos Ulate

Um helicóptero militar que levava a bordo o presidente boliviano, Evo Morales, sofreu um contratempo hoje, ao decolar de uma localidade mineira nos Andes, e precisou fazer um pouso de emergência.

Todos os seus ocupantes ficaram ilesos, segundo informou a Força Aérea:

“A Força Aérea Boliviana informa que no dia de hoje, segunda-feira, 4 de novembro, às 12h48 [horário local], a aeronave EC-145, com matrícula FAB 007, que procedia a transportar o senhor presidente Evo Morales Ayma, na rota Colquíri-Oruro, apresentou uma falha mecânica do rotor de cauda durante a decolagem, motivo pelo qual realizou uma aterrissagem de emergência. Não foram registrados danos pessoais”, disse a Força Aérea por meio de um comunicado.

De acordo com o órgão militar, uma junta investigadora de acidentes será acionada para apurar detalhes do ocorrido, que serão divulgados conforme o avanço da investigação.

Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram o momento em que a aeronave do presidente boliviano tenta decolar, sob chuva, de um campo de futebol de Colquíri, mas não consegue obter altura suficiente, sendo forçada a pousar logo em seguida.

O incidente em questão ocorreu em meio a divergências políticas que se intensificaram no país após a recente reeleição do presidente Morales, vitorioso, em primeiro turno, de um polêmico pleito eleitoral realizado no último dia 20.

Indignados com a permanência de Morales no poder, setores da oposição deram um ultimato ao chefe de Estado para deixar o cargo até esta segunda-feira.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui