“Não estaria aqui” se Moro não cumprisse a missão dele, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (8/11) que, se o ministro da Justiça, Sergio Moro, não tivesse cumprido sua “missão” à frente da “lava jato", ele talvez não ocupasse a Presidência da República. 

Valter Campanato/Agência Brasil Bolsonaro e Moro foram a evento de formatura de policiais federais

Por Tiago Angelo

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (8/11) que, se o ministro da Justiça, Sergio Moro, não tivesse cumprido sua “missão” à frente da “lava jato”, ele talvez não ocupasse a Presidência da República.

“Ele [Moro] não poderia se aproximar de políticos, não poderia ter um partido — como ele não tinha. Ele estava cumprindo sua missão. Se essa missão dele [não] fosse bem cumprida, eu também não estaria aqui”, afirmou o presidente durante cerimônia do curso de formatura de policiais federais. O ministro da Justiça também participou do evento.

Moro, enquanto juiz, foi responsável pela primeira condenação do ex-presidente Lula, em 2017, no caso do tríplex em Guarujá (SP). Foi a confirmação da sentença, em 24 de janeiro de 2018, que levou Lula à prisão, afastando o petista das eleições presidenciais.

“Nós, pessoas de bem, somos a maioria no Brasil. Ninguém faz nada sozinho, temos que ter uma equipe do nosso lado e a confiança está acima de tudo. Eu tive a grata satisfação de talvez ser o único eleito que está cumprindo o que prometeu durante a campanha”, disse Bolsonaro. Ele também voltou a afirmar que Moro, após ser convidado para integrar a equipe ministerial, não aceitou de imediato.

Moro e Bolsonaro foram aplaudidos em diversos momentos do evento. A plateia era formada, em maior parte, por familiares dos formandos da Polícia Federal.

Até a publicação desta reportagem, Bolsonaro não havia comentado a soltura de Lula, emitida pelo juiz federal Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui