Norte-americanos e inglês ganham Nobel de Medicina por pesquisa sobre células e oxigênio

Anúncio foi feito hoje (7) em Estocolmo, na Suécia

Foto : Cecília Bastos / USP Imagens

Anúncio foi feito hoje (7) em Estocolmo, na Suécia

Por Metro1 

Os cientistas William G. Kaelin Jr., Sir Peter J. Ratcliffe e Gregg L. Semenza foram laureados com o Prêmio Nobel de Medicina 2019. O anúncio foi feito hoje (7) em Estocolmo, na Suécia. Eles são responsáveis por uma pesquisa sobre “como as células sentem e se adaptam à disponibilidade de oxigênio”.

Em publicação no Twitter, a organização do prêmio explica que o trabalho  dos cientistas “revela os mecanismos moleculares que demonstram como as células se adaptam às variações no fornecimento de oxigênio”.

O oncologista William Kaelin e e o pediatra Gregg Semenza são norte-americanos, enquanto Sir Peter Ratcliffe é britânico e perito em nefrologia.

Os vencedores dos prêmios Nobel de Física, Química e Literatura serão anunciados ainda nesta semana, assim como o Nobel da Paz. Na semana seguinte, será anunciado o Nobel da Economia.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui