PF desarticula organização por desvio de R$ 10 milhões em Feira de Santana

A ação é comandada pela Polícia Federal e visa desarticular uma organização que atua em ações fraudulentas na região, formada por funcionários públicos.

Foto: Ed Santos / Acorda Cidade

Por A Tarde

Com o objetivo de combater fraudes contra instituições bancárias, foi deflagrada na manhã desta quarta-feira, 4, a operação Assepticus, em Feira de Santana. A ação é comandada pela Polícia Federal e visa desarticular uma organização que atua em ações fraudulentas na região, formada por funcionários públicos.

Conforme o órgão, as investigações foram iniciadas a partir de provas obtidas na Operação Ali Babá, deflagrada em julho de 2016. As informações apuradas apontam que os servidores públicos e despachantes envolvidos tiveram participação em desvios que superam R$ 10 milhões.

Para viabilizar as fraudes, os suspeitos forjavam contratos sociais e outros documentos com dados falsos, simulando a existência de faturamentos e rendimentos que facilitavam a obtenção de empréstimos que nunca eram quitados.

A operação conta com a atuação de cerca de 100 policiais federais, que cumprem oito mandados de prisão preventiva e 29 mandados de busca nas cidades de Feira de Santana, Salvador, Santa Bárbara e Catu, na Bahia, além de Fortaleza, no Ceará.

Os investigados devem responder pelos crimes de organização criminosa, estelionato, corrupção ativa e passiva, crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui