PSL decide hoje pedido de expulsão de Alexandre Frota

O rompimento de Frota com o governo ocorreu após o deputado ter suas indicações à Agência Nacional de Cinema (Ancine) vetadas pelo Planalto

Foto : Valter Campanato/ Agência Brasil

O rompimento de Frota com o governo ocorreu após o deputado ter suas indicações à Agência Nacional de Cinema (Ancine) vetadas pelo Planalto

Por Juliana Almirante

O PSL decide hoje (13) se o deputado federal Alexandre Frota (SP) será expulso da legenda, após o parlamentar ter adotado uma postura crítica ao governo do presidente Jair Bolsonaro, seu correligionário.

O rompimento de Frota com o governo ocorreu após Frota ter suas indicações à Agência Nacional de Cinema (Ancine) vetadas pelo Planalto.

O pedido de expulsão é de autoria da deputada Carla Zambelli (SP) e foi subscrito também pelos deputados Caroline di Toni (SC), Bia Kicis (DF) e por Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP).

O argumento usado no pedido é de que Frota tem demonstrado “infidelidade” ao atacar o governo e alguns colegas de bancada. Para ela, a abstenção do parlamentar na votação do 2º turno da Previdência significa ma traição à legenda.

Se a saída do parlamentar for confirmada, ele pode ir para o DEM. Frota já antecipou que o convite foi feito pelo presidente do partido, o prefeito de Salvador ACM Neto.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui