Queiroz faltou depoimento por ordem de Bolsonaro, diz jornalista

A jornalista Thaís Oyama explica o caso em seu livro Tormenta — O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos, que será lançado no dia 20

Foto : Reprodução / SBT

A jornalista Thaís Oyama explica o caso em seu livro Tormenta — O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos, que será lançado no dia 20

Por Kamille Martinho no dia 13 de Janeiro de 2020 ⋅ 14:20

Fabrício Queiroz faltou a um depoimento do Ministério Público do Rio de Janeiro por ordem do presidente Jair Bolsonaro, segundo o livro Tormenta — O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos, da jornalista Thaís Oyama. A obra será lançada no dia 20.

De acordo com o livro, os advogados de Bolsonaro e Queiroz haviam acertado que Queiroz iria ao interrogatório em dezembro de 2018 e diria aos procuradores que não poderia falar até sua defesa ter acesso ao processo, além de afirmar que ninguém da família Bolsonaro tinha relação com o caso investigado.

Entretanto, dois dias antes do depoimento, Bolsonaro mandou abortar a operação alegando que a melhor estratégia para abafar a história era jogar o caso para o STF. Posteriormente, a defesa de Flávio Bolsonaro conseguiu uma liminar de Dias Toffoli paralisando investigações baseadas em informações de Coaf e Receita Federal.

ESCREVA SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui